Todos os posts da categoria "tagarelando"

5 de Janeiro de 2016
Metas 2016

Metas 2016: Que comecem as mudanças

Nada presente nesse texto faz parte do grupo “metas de ano novo” que se perdem ao longo do ano. Na verdade, nunca estive tão determinada com meus objetivos como estou com esses abaixo. Vou realmente focar, focar hard, para que no dia 31 de dezembro de 2016 eu olhe isso aqui e veja que consegui fazer tudo. Ou só grande parte, já me é o suficiente. Que os jogos comecem!

Esse ano eu quero:

  • Levar uma vida mais saudável, com exercícios e uma alimentação descente.
  • Crescer profissionalmente
  • Manter o blog firme e forte
  • Comprar minha sonhada e desejada dslr
  • Terminar a decoração do meu quartinho <3
  • Fazer um curso de programação
  • Começar a agilizar as coisas do intercâmbio
  • Terminar o ano com o cabelo 100% natural

Ah vai, nem está difícil. Acho que consigo realizar tudo isso ai molinho 😉 O pior pra mim é, com certeza, criar hábitos mais saudáveis hahahaha. O resto tiro de letra. E o negócio está tão sério que a lista ganhou o direito de estar no meu caderninho de anotações! E ainda por cima, de forma bem organizada. Isso não é pouca coisa não hein gente. Observem…

Metas 2016

Metas 2016

Não reparem na minha letra medonha, por favor, obrigada.

E sim, tem as metas do Allan aí também hahaha.
Mas me contem, o que vocês querem fazer e conquistar esse ano?


31 de dezembro de 2015
Retrospectiva 2015

Valeu 2015!

É muito clichê fazer uma retrospectiva de 2015?

Como outro ano qualquer, tive altos e baixos. Aconteceram algumas coisas bem ruins, bem ruins mesmo, mas, felizmente, também rolou muita coisa boa. Então agora estou apagando da memória todas as bads do ano e registrando só o que vale a pena.

Retrospectiva 2015

  • Desde que começamos a namorar em 2012, acho que esse foi o ano em que eu e o Allan mais aproveitamos no quesito saídas. Acredito que seja graças à estarmos um tiquinho melhor profissionalmente, e também por eu estar craque no jogo de chantagem, já que o Allan é bem caseiro hahahhaa.
  • Me permiti vivenciar melhor o que o Rio tem para oferecer, e com isso quero dizer que curti muito as paisagens dessa cidade Deusa, coisa que eu amo pouco né? Recomendo bater palmas para o pôr do sol no Arpoador.
  • Uma das coisas que eu mais amo fazer nessa vida é ir a um show, e esse ano eu fui a MUITOS!! Graças a Deus, porque olha, abstinência de show é horrível 🙁 E falando sobre isso… Fui ao tão desejado Rock in Rio, e, digo sem medo, que foi uma das melhores experiências da minha vida. Aguardando ansiosamente por 2017.
  • Se eu tivesse que descrever esse ano com uma única palavra, eu diria que é autoconhecimento. Acho que finalmente comecei a me conhecer melhor, sabe? Ou aceitar quem eu sou, não sei. Mas foram dias de muitas descobertas e aceitações. Entre elas, descobri que fotografar para mim é muito mais do que “postar algo legal no instagram” e sim, um verdadeiro amor, e finalmente decidi começar a famosa transição capilar e ver que meu cabelo é lindo do jeito que ele for.
  • Eu e meu love completamos três anos de namoro e, para comemorar, fizemos nossa primeira viagem sozinhos. Foi amazing!!! Recomendo para todos os casais que ainda não tiveram essa experiência.
  • Me aproximei de alguns colegas, ou conhecidos, que agora são importantíssimos amigos.
  • Felizmente conquistei coisas muito boas em relação a estudos e trabalho. Ah, inclusive, me encontrei melhor no meio que decidi seguir a vida profissional. Agora minha certeza é absoluta quanto a área específica que quero investir daqui para frente ♥

Escrevendo esse post me surpreendi ao ver quanta coisa boa me aconteceu ao longo do ano. Passei tanto tempo dando valor excessivo aos meus problemas, reclamando da vida e chorando pelos fracassos, que simplesmente esqueci das vitórias, conquistas, amadurecimento… Enfim, do lado cor de rosa. Na verdade, tudo isso que falei a cima são apenas alguns dos pontos positivos que quero destacar, mas me aconteceram várias outras coisas incríveis que prefiro deixar guardadinhas só no coração e na memória. E é isso que eu quero levar para 2016, felicidade na alma, consciência limpa e paz no coração.

Sobre as coisas ruins, vamos deixa-las para trás. Já foi! Pelo menos é o que estou me obrigando a fazer hahaha. Afinal, ter problemas é natural, mas eu não quero desperdiçar meu tempo limitado sofrendo demais por eles. Por hora me basta saber que dificuldades fazem parte da vida, e que são elas as grandes responsáveis pelo nosso crescimento.  E eu não sei vocês, mas eu quero melhorar e evoluir sempre. E não podemos esquecer que depois da tempestade, sempre vem o arco-iris. Estou pronta para novos desafios!

Valeu 2015, você foi difícil mas ao mesmo tempo, incrível.


Página 2 de 6123456